Home / Contabilidade / Balancete de Verificação – como fazer

Balancete de Verificação – como fazer

Você sabe o que é e para que serve um balancete de verificação? Não? Está no lugar certo, neste artigo esclareceremos mais sobre o assunto, veja abaixo.

O que é balancete de verificação?

O balancete de verificação é um relatório financeiro essencial a uma gestão financeira adequada. Nele são colocadas as contas da empresa, saldo anterior, movimentos do período e saldo atual.

Saber construir e analisar um balancete de verificação certamente auxilia a gestão do negócio.

O balancete de verificação na verdade serve como um auxiliador para a elaboração de outros relatórios, como o DRE e balanço patrimonial, por exemplo. Dessa forma, o balancete de verificação deve ser feito antes de ambos.

Em resumo, no balancete são lançados valores de patrimônio e de resultado, além das movimentações (crédito e débito).
Trata-se de um demostrativo simples, mas de ótima valia para um avaliação dos resultados de um determinado período.

Como fazer um balancete de verificação?

Construir um balancete de verificação não é uma tarefa complicada, vejamos:

1 – Período do Balancete

O período pode ser mensal, trimestral ou anual. A definição do período leva muito em consideração a disponibilidade do setor contábil em fazer o respectivo relatório.

Esse demostrativo é muito importante para ser elaborado de qualquer jeito, dessa forma, se não há possibilidade de fazer um todo mês com qualidade, mas é possível fazer um corretamente a cada trimestre, entendemos que você deva valorizar mais a correção do que a quantidade de balancetes.

Outro ponto importante é definir se o balancete servirá somente para controle interno ou também para controle fiscal. Cada caso exige um nível de diligenciamento diferente.

2 – Determine o que estará presente no balancete

Leve em consideração o tempo que será necessário para elaborar o balancete. Um com mais informações levará mais tempo.

Mesmo um balancete de verificação simples pode ser bem útil, desde que feito da maneira correta.

3 – Preencha dos dados

Esse é o trabalho efetivo, ou seja, pegar as informações e jogar em uma tabela.

Não precisa ser nada muito elaborado, pode ser em uma simples planilha do Excel. Mais adiante mostramos um modelo.

O que consta no balancete?

Pois bem, com o balancete feito, é importante saber como analisar as informações ali constantes.

Primeiramente, esclarecemos que crédito no balancete quer dizer saída de dinheiro e débito entrada.

Quanto à estrutura, normalmente os dados constantes no balancete são:

  • Cabeçalho
  • Ativo
  • Saldo anterior
  • Débitos
  • Créditos
  • Saldo final

Cabeçalho

Trata-se de um cabeçalho comum. É feito na parte superior do balancete constando as informações gerais da empresa.

No cabeçalho deve constar, também, ao qual período aquele balancete se refere.

Ativo

O ativo contem todas as contas da empresa, inclusive seus bens e direitos.

Saldo Anterior

O saldo anterior expõe a situação descrita no último balancete realizado. Dessa forma, serve para comparação com o balancete atual.

Débitos e Créditos

Todas as movimentações que tiverem ocorrido no período ao qual se refere o balancete de verificação devem ser lançadas em débitos e créditos.

Lembramos que crédito no balancete quer dizer saída de dinheiro e débito entrada.

Saldo Final

O saldo final é o que restou após a realização das movimentações.

Modelo de Balancete de Verificação

Abaixo mostraremos um imagem de um balancete de verificação, pois visualmente fica mais fácil de entender, não é mesmo?

O que você deve entender é que nos movimentos e saldos há uma divisão entre valores de natureza credora e devedora. O saldo das contas devedoras deve se igualar aos das credoras.  Caso isso não esteja ocorrendo, deve ter existido algum erro na contabilidade.

Veja um exemplo:

Balancete de Verificação

Esse foi nosso artigo sobre Balancete de Verificação.

Preencha seu e-mail e receba nossos artigos gratuitamente!
Garantimos sua privacidade. Não divulgamos seu e-mail!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *